Artigos

Turismo, biodiversidade e a força econômica de Mato Grosso

Mato Grosso conquistou força econômica ao longo dos últimos anos graças ao empenho e organização de gestores públicos e a iniciativa privada empenhados em fazer com que nosso Estado ganhe destaque crescente no Brasil e no mundo tanto como uma terra de oportunidades como um lugar onde se faz, trabalha corretamente com respeito ao ser humano e a natureza. Esse crescimento que vivemos pode ser explicitado quando observamos o número de turistas que desembarcam a cada ano em nosso Estado atraído pelas imensas belezas naturais e a rica biodiversidade de nossos quatro polos turísticos: Pantanal, Amazônia, Cerrado e Araguaia.

Todas as políticas públicas desencadeadas pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Turismo nos últimos anos têm como foco o fortalecimento da gestão turística aliando a preservação ambiental com manutenção da história, da cultura e do ambiente. É dessa forma que podemos buscar uma gestão no turismo baseada no respeito a quem atua e faz por este importante setor, procurando sempre aliar desenvolvimento com sustentabilidade, palavras que devem estar em consonância com qualquer que seja o planejamento voltado para este segmento que queremos ter como uma das principais forças econômicas de Mato Grosso.

É com essa força que o Governo do Estado vem atuando para fazer do turismo um dos pilares econômicos de Mato Grosso que comemoramos hoje o Dia Mundial do Turismo, que neste ano tem como tema "Turismo e Diversidade Biológica". O tema proposto pela Organização Mundial do Turismo vem ao encontro do que Mato Grosso tem em abundância: as riquezas da fauna e da flora que tanto encantam turistas de todo o mundo. Turismo e biodiversidade andam juntos, o setor depende de uma natureza preservada e em equilíbrio para que ele sobreviva e vice-versa. Não podemos mais pensar em um turismo sem respeito ambiental, sem preservação. O ecoturismo é hoje um dos segmentos que mais crescem no mundo e no Brasil justamente porque está conseguindo desenvolver as atividades turísticas voltadas a um público que não quer ser apenas aquele que chega, explora e vai embora, mas o turista que aprecia, respeita e sobretudo, ajuda a preservar de forma a garantir essa biodiversidade para outras pessoas que ali chegarão.

Mato Grosso tem ainda muito a conquistar e realizar no turismo, contudo demos um passo fundamental para fazer com que o nosso ecoturismo e os demais segmentos que aqui tem lugar. Essa conquista mais recente sem dúvida alguma é o Estado ter sido escolhido como uma das sedes para a Copa do Mundo de Futebol 2014 gerando com isso investimentos para ampliar e melhorar a infraestrutura social e de lazer, proporcionando oportunidades que levem aos cidadãos qualificação e informação, procurando ampliar horizontes e fortalecer a cidadania. A Copa 2014 traz um legado de oportunidades e investimentos sem precedentes, com avanços primordiais para inúmeros setores que terão melhor estrutura convergindo tudo isso para fortalecer Mato Grosso como um dos principais destinos turísticos mundiais.

Diante de todo este cenário favorável temos sim o que comemorar no Dia Mundial do Turismo, pois não é apenas em estrutura física que ganhamos, mas na autoestima de todos nós mato-grossenses de alma e de coração. Ganhamos mais força para mostrar nosso dinamismo, nossa identidade, nossa alegria e coragem como aqueles desbravadores que aqui chegaram no século 18 e descobriram este Estado, ou aqueles que chegaram no século 20 e fortaleceram o que aqui já existia. Ganhamos força para mostrar que nossas belezas naturais estão aqui para serem apreciadas e preservadas e que estamos aqui de braços abertos para bem receber quem escolhe esta terra seja para morar, seja para fazer negócios, para pescar, para se aventurar pelo Pantanal, pela Amazônia, no Cerrado e no Araguaia conhecendo e respeitando cada um de nossos destinos turísticos e descobrindo este Estado, que é o mais caloroso do Brasil.

Vanice Marques
Secretária de Estado de Desenvolvimento do Turismo de Mato Grosso