Artigos

INSTITUTO AÇÃO VERDE FORMULA PROGRAMA PARA ADEQUAÇÃO AMBIENTAL E ARBORIZAÇÃO URBANA DOS MUNICIPIOS MATOGROSSENSES

 Happy Dog Picture

Foto: Lucas Neris

O Instituto Ação Verde (IAV) é uma OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que busca promover o equilíbrio entre o meio ambiente, o bem-estar social e a atividade produtiva primária de Mato Grosso, atuando no fomento, implantação e certificação de ações do setor produtivo.

Dentre os projetos desenvolvidos pelo Instituto está o Projeto Verde Rio: projeto que visa recuperar e preservar as matas ripárias dos principais rios de Mato Grosso, trazendo benefícios não só aos ecossistemas locais, mas também à população do Estado.

Para que ações como estas tenham impactos significativos na mitigação de ações antrópicas nos cursos hídricos, é necessário que o horizonte de intervenção seja a bacia hidrográfica como um todo, buscando o favorecimento do ciclo hidrológico com o uso sustentável dos recursos naturais.

A iniciativa visa conciliar a educação ambiental com a recuperação de rios, córregos e nascentes e o incentivo ao despertar da consciência para a importância do aumento do índice de áreas verdes municipais através da arborização urbana de logradouros públicos (ruas, passeios e avenidas) e da ampliação das áreas verdes de uso público (parques, praças e bosques).

O crescente desenvolvimento de aglomerados urbanos trouxe consigo modificações do sistema natural como a impermeabilização do solo por pavimentação e construções com a utilização maciça de materiais como o concreto, vidro, ferro, asfalto e cerâmica, além da redução drástica da cobertura vegetal e o aumento da poluição atmosférica, hídrica, visual e sonora.

A proteção e recuperação de nascentes e APP e a arborização urbana, pode ter relevante influência no ciclo hidrológico e consequentemente em atividades humanas que dependem do uso da água como a agricultura, pecuária, indústria e também para o uso doméstico. Além de trazer benefícios como a redução da temperatura através da interceptação, reflexão absorção e transmissão da radiação solar e redução da poluição urbana com o considerável potencial destes indivíduos florestais de remoção de partículas e gases poluentes da atmosfera.

OBJETIVO GERAL

Contribuir com a gestão municipal no sentido da implementação de instrumentos de planejamento e execução de políticas públicas que considerem a sustentabilidade como transversal aos projetos e ações municipais, além do devido comprometimento dos setores privados e das sociedades locais.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Ajudar os grupos sociais e os indivíduos a adquirir consciência, conhecimento e comportamento ambiental, assim como contribuir para a consolidação do processo de educação ambiental enquanto política pública por meio de ações coletivas e organizadas;

Planejar, através de medidas de proteção e manejo das áreas verdes urbanas, a arborização dos municípios do estado de Mato Grosso, com posterior implantação de sistema de monitoramento geoespacial por indivíduo florestal arbóreo;

Recuperar e monitorar as nascentes e suas Áreas de Preservação Permanentes visando criar condições para que estas retornem ao seu estado natural;

Desenvolver uma solida parceria com os órgãos municipais, entidades públicas e privadas, sociedade civil organizada e a população - buscando garantir o direito a cidadania com sustentabilidade e qualidade de vida.

META

Melhorar a qualidade de vida da população por meio da ampliação das Áreas Verdes Urbanas e da Recuperação de Áreas de Preservação Permanentes de rios, córregos e nascentes combinado com atividades práticas de caráter pedagógico visando a conscientização dos envolvidos e a sensibilização da população para as questões ambientais