Notícias

46ª edição do Projeto Recuperando Nascentes atinge recorde com 4 mil mudas plantadas

 Happy Dog Picture

46ª edição do Projeto Recuperando Nascentes atinge recorde com 4 mil mudas plantadas Foto: Sicredi Sul MT

O Projeto Recuperando Nascentes atingiu um recorde no último sábado durante ação na Fazenda Bahia, na Serra Petrovina, com o plantio de 4 mil mudas em uma área de 10,5 hectares e a mobilização de mais de 300 pessoas. O projeto é realizado pela cooperativa Sicredi Sul MT e, em agosto, vai completar quatro anos de existência, com um saldo de 62 mil mudas plantadas e 46 nascentes recuperadas.

            “A maior ação até agora havia sido com o plantio de 2 mil mudas. Estamos satisfeitos em ver a mobilização e empenho das pessoas ao longo desse período, em especial nesta, pois praticamente dobramos a quantidade de mudas e conseguimos cumprir nossa meta. O projeto segue ainda mais forte e com a certeza de que estamos no caminho certo, contribuindo com os cursos d’água, além de prestigiar nossos associados e levar a consciência ambiental à sociedade”, afirmou o vice-presidente do Sicredi Sul MT, Antônio Carlos Dourado.

            As mudas foram doadas pelo Instituto Ação Verde, criado em 2007 e formado por oito instituições. O objetivo principal do Instituto é promover a recuperação e a preservação de áreas degradadas nas margens dos rios mato-grossenses, contribuindo para o fortalecimento do processo de educação ambiental.

“Além das mudas, oferecemos apoio e orientação técnica e somos parceiros desde o início do projeto Recuperando Nascentes. É um projeto fantástico e que traz vários componentes como a educação ambiental, dentro da visão da mobilização da sociedade civil. Quando trazemos famílias até uma ação dessa, estamos trabalhando adultos e crianças, mostrando a importância de termos o meio ambiente recuperado, preservado para as gerações atuais e futuras”, afirmou o superintendente do Instituto Ação Verde, Vicente Falcão.

Com maior extensão e grande número de mudas, o trabalho na Fazenda Bahia teve início há cerca de dois meses, segundo o engenheiro agrônomo e responsável técnico do projeto, Mario Fernando Bastos. “É feita uma visita técnica para analisar a nascente, fazemos um levantamento da região e então começamos o trabalho de logística para que o nosso associado receba toda a equipe e voluntários do projeto. Levamos em consideração o bioma local para a escolha das mudas. É um trabalho em equipe e que está aberto aos associados”, disse Bastos.

Para o produtor rural e proprietário da Fazenda Bahia, Orlando Polato, foi gratificante participar da ação do Sicredi Sul MT. “A mobilização é incrível e o plantio das mudas foi rápido. Um momento muito importante para nós como produtores rurais e como cidadãos que estamos buscando preservar nosso meio ambiente”, afirmou Polato.