Notícias

Cuiabá implanta programa de recuperação de nascentes

 Happy Dog Picture

Cuiabá implanta programa de recuperação de nascentes Foto: Mídia News

Projeto começa na nascente do Córrego Gumitá, no bairro Morada do Ouro

 

Buscando assegurar o desenvolvimento hídrico sustentável, bem como evitar possíveis complicações com o abastecimento de água potável na Capital, a Prefeitura de Cuiabá deu início a implantação de um programa de recuperação e preservação de nascentes distribuídas na área urbana da cidade.

 

A ação faz parte de uma parceria firmada com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT) e tem como ponto de partida a nascente do Córrego Gumitá, no bairro Morada do Ouro.

 

Por meio do projeto “Água Para o Futuro”, que conta ainda com a participação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Instituto Ação Verde, e Águas Cuiabá, a gestão irá trabalhar, não só na recuperação da fonte, como também realizará o serviço de urbanização da área verde, que possui cerca de três hectares. A execução da medida foi iniciada nesta semana, onde está sendo feito o trabalho de limpeza de todo a extensão territorial.

 

O plano de ação foi definido nessa segunda-feira (06), em reunião realizada entre as instituições participantes, onde ficou estabelecido os detalhes que nortearão a implementação do planejamento. No caso do bairro Morada do Ouro, a área contará com dois espaços distintos, sendo um reservado especificamente para reabilitação e conservação da nascente, e outro destinado para que sejam oferecidas alternativas de recreação e lazer à população.

 

“É uma proposta da Promotoria de Defesa Ambiental, sob o comando do promotor Gerson Barbosa, no qual o prefeito Emanuel Pinheiro nos autorizou a abraçar e realizar esse trabalho em conjunto. Tanto é que já colocamos nosso maquinário para trabalhar no local. Esse será um grande presente para toda região da Grande Morada da Serra, pois nesse espaço, as pessoas poderão, com toda segurança e tranquilidade, fazer exercícios físicos, contemplando uma linda paisagem”, comentou o secretário municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa.

 

O secretário explica ainda que, conforme prescrito no projeto, o território contará com uma pista de caminha e corrida com 700 metros de extensão, playground, estacionamento, relógio solar, pergolado de madeira, academia ao ar livre, praça mundo, dentre outros equipamento que farão com que o local se torne um espaço totalmente sustentável e pronto para o uso do cidadão.

 

“Se continuarmos a dar o tratamento que estamos dando hoje as nascentes existentes em Cuiabá, acreditamos que em cerca de 20 a 30 anos podemos ter problemas com a água potável. É só perceber que os córregos e riachos que cortam Cuiabá estão sendo degradados. Por isso o Município, nessa parceria com o Ministério Público, começa a mostrar para o cidadão cuiabano a preocupação com a preservação e com o futuro do povo cuiabano. É o princípio da humanização que a nossa gestão defende”, disse Stopa.

 

O titular da pasta de Serviços Urbanos destaca ainda que a nascente do Córrego Gumitá foi escolhida como plano piloto, dentro do programa de recuperação, que irá ser ampliado para outras regiões da cidade. Dentro desse trabalho, o secretário destaca ainda a fundamental necessidade de engajamento da população para o desenvolvimento de uma cidade que respeita e preserva o meio ambiente.

 

“O cidadão também pode colaborar com essa preservação, contribuindo denunciando aqueles que praticam degradação como, por exemplo, invasões dessas áreas. Temos que ter dois tipos de comportamento nesse momento onde as pessoas praticam uma série desrespeitos as normas. Todo cidadão tem que ser fiscal e contribuir com cuidar, fazendo sua parte. O munícipe pode ajudar não jogando lixo no chão, fazendo o reaproveitamento de mateiras que ainda possam ser reutilizados, enfim, adotando um conjunto de práticas sustentáveis que irão melhorar a cidade como um todo”, pontuou Stopa.