Notícias

Cana e co-produtos geram 16% da energia do País


A cana-de-açúcar e seus co-produtos são a segunda fonte de energia do País e representam 16% da oferta, atrás apenas do petróleo. Isso é resultado do aumento do consumo de etanol e da elevação da geração de energia a partir do bagaço e da palha da cana.




Para o diretor de Cana-de-Açúcar e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Alexandre Strapasson, a safra 2009/2010 deverá ser mais alcooleira, com a cana sendo destinada principalmente para a produção de etanol hidratado.




“Atualmente, a cana ocupa 8,4 milhões de hectares, menos de 1% do território nacional. As usinas vão se transformar em biorefinarias, geradoras de açúcar, etanol eletricidade, produtos da alcoolquímica e créditos de carbono”, diz.




De acordo com o representante do Ministério da Agricultura, apesar dos efeitos da crise financeira global sobre o setor, a produção de cana deverá crescer novamente na próxima safra.




No mercado internacional, segundo Strapasson, a cotação do açúcar apresentou pequena melhora, mas quase não teve efeito na remuneração do setor por causa da valorização cambial do real em relação ao dólar, apesar da reversão do quadro nos últimos dois meses do ano. “As exportações de etanol deverão alcançar cerca de 5 bilhões de litros, ante 3,5 bilhões em 2007”, diz.




Fonte:DiárioNet