Notícias

Instituto Ação Verde oferece curso para ribeirinhos de Santo Antonio

O Instituto Ação Verde iniciou, na semana passada, o curso de coleta e beneficiamento de sementes para ribeirinhos da comunidade Barranco Alto, em Santo Antonio do Leverger. O curso, realizado em parceria com a Empresa de pesquisa, assistência e extensão rural do Estado (Empaer- MT), é mais uma etapa do projeto Verde Rio.



O Verde Rio pretende recuperar 100% das matas ciliares dos principais rios de Mato Grosso, até 2020. Em sua fase inicial, as ações de recuperação serão concentradas no Rio Cuiabá, onde um estudo do Ação Verde, identificou mais de 2 mil hectares de áreas degradas. Santo Antonio é o primeiro município de Mato Grosso a ser beneficiado pelo projeto.



De acordo com o superintendente do Instituto, Paulo Borges, cerca de 50% dos 828 km de área de preservação permanente degradada (APP'd) ao longo do rio Cuiabá encontra-se em Santo Antonio. Ainda segundo o superintendente, o Instituto já mapeou toda a área de APP's (áreas de preservação permanente) que devem ser visitadas pelos técnicos nesta primeira fase do projeto. As equipes devem visitar cerca de 60 propriedades na região.



Os ribeirinhos que participarem do treinamento serão contratados pelo Instituto para realizar a coleta e beneficiamento das sementes em suas comunidades.



Um ponto permanente de apoio, cedido pela prefeitura municipal, armazenará as sementes colhidas e servirá de suporte para o viveiro de mudas da entidade, que está sendo construído no bairro Sucurri em Cuiabá. O viveiro do Instituto terá capacidade para produzir até 3 milhões de mudas de espécies nativas por ano.



De acordo com o cronograma do Projeto, devem ser plantadas na Bacia do rio Cuiabá, em 2009, cerca de 1 milhão de mudas. O plantio terá início no mês de fevereiro.



Levantamento Florístico – Uma equipe de técnicos do Ação Verde Empaer realizaram, também na semana passada, o levantamento florístico das espécies nativas da região. Foram identificadas entorno de 80 espécies.
As espécies identificadas estarão disponíveis no site do Ação Verde a partir desta semana. Além da comunidade de Barranco Alto, foram visitadas também Vereda e Engenho Velho.



Da assessoria