Notícias

Reflorestamento será destacado em Palestra do Promadeira

"Reflorestamento no Estado de Mato Grosso: ações e dificuldades". Este será o enfoque da palestra de Luiz Cesar Lino Oliveira, presidente da Associação dos Reflorestadores de Mato Grosso, no Promadeira 2008. No último dia do evento, sábado, dia 30, às 19 horas Luiz vai abordar as dificuldades e entraves, o tamanho de área reflorestada, espécies florestais utilizadas, usos por espécie, recursos utilizados para a implantação dos projetos, perspectiva de produção de madeira em Mato Grosso, entre outros.





Mato Grosso é um Estado que alia desenvolvimento com preservação. Um exemplo são os projetos de reflorestamento de espécies florestais em 93 municípios. Do total de 145.498 hectares de plantios florestais no Estado, a teca é a espécie plantada em maior extensão, com 48.526 hectares, seguida pela seringueira (44.896 há) e os eucaliptos (com 37.932 há).





As espécies destinadas primordialmente à produção de madeira ocupam 100.6 mil hectares, dos quais aproximadamente 70% correspondem aos plantios até então cadastrados na Arefloresta (Associação de Reflorestadores do Estado de Mato Grosso). Os 30% restantes foram constatados nas vistorias e entrevistas pelas equipes de campo.





O reflorestamento é considerado uma das saídas para a crise que afeta o agronegócio. Atividade de baixo impacto ambiental e de desenvolvimento sustentável, o reflorestamento é uma fatia de mercado que tende a crescer em Mato Grosso. Os agricultores estão sendo incentivados a investirem em sistema consorciado agropastoril como uma das medidas para aumentar a área de reflorestamento, reduzir o impacto ambiental e agregar valor e renda às atividades da agricultura e pecuária no Estado.





A exploração sustentável das florestas nativas é apontada como alternativa para o aumento da produção. Segundo o BNDES, a cobertura florestal do mundo soma 3,9 bilhões de hectares. No continente latino-americano encontram-se 886 milhões de hectares, dos quais 61% só no Brasil. Da cobertura nacional de florestas, 69% (374,6 milhões) têm potencial produtivo. Desse total, as florestas nativas correspondem a 98%. Já as plantadas somam 6,4 milhões de hectares, colocando o País entre os dez maiores em área reflorestada.





O Promadeira acontece em Sinop, de 27 a 30 de agosto, no estacionamento do Sesi/Senai/Sindusmad, a expectativa é de que o evento reúna mais de 12 mil visitantes e 90 expositores nos três espaços do evento: Floresta em Pé (Feira de Madeira); Desenvolvimento Sustentável (Feira de máquinas, equipamentos e institucional) e Manejo Florestal (Salão de móveis e decoração).





Ele é uma realização do Cipem (formado pelos sindicatos patronais industriais do setor de base florestal), Sistema Federação das Indústrias (Fiemt/Sesi/Senai/IEL) e do Sindusmad. Conta com apoio de parceiros importantes, como o Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme), Confederação Nacional da Indústria (CNI), Caixa Econômica Federal e Sebrae - MT, Prefeitura de Sinop e Associação Comercial e Industrial de Sinop.




Fonte: Assessoria Promadeira