Notícias

Sema testa contenção no rio Cuiabá

Para evitar a contaminação de rios provocada por vazamento de produtos perigosos provenientes de acidentes nas rodovias, a Coordenadoria de Atendimento de Acidentes Ambientais, vinculada a Superintendência de Defesa Civil da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, vai realizar hoje, a partir das 8 horas, no rio Cuiabá, testes com uma barreira de contenção.



A barreira de contenção feita de microfibra de polipropileno possui 60 metros e foi testada na última quarta-feira, no rio Coxipó, com bastante sucesso. "Faremos um levantamento no rio Cuiabá, entre as pontes Mário Andreazza e Sérgio Mota, para estabelecermos o melhor local, aquele que oferece o acesso mais rápido para, em caso de acidente, montarmos o equipamento de contenção", explicou o coordenador de Atendimento de Acidentes Ambientais, João Carlos Rocha. Pela manhã, os técnicos farão o reconhecimento do rio e no período da tarde, a partir das 14 horas, farão o treinamento com a barreira.



A barreira de contenção é utilizada para confinar o produto para que possa ser bombeado para fora do rio. Esse equipamento é utilizado no caso de derivados de petróleo. Para líquidos agressivos é utilizado outro equipamento que a coordenadoria possui.



A barreira de contenção é armada a partir de onde se verifica a correnteza em direção a margem e, segundo o coordenador, a Defesa Civil estuda a possibilidade de fazer testes em outros rios do Estado.



Resíduos - Segundo dados da Coordenadoria de Atendimento de Acidentes Ambientais, neste primeiro semestre do ano foram transportados para fora do Estado 421,4 toneladas e mais 1.500 litros de resíduos decorrentes de acidentes nas rodovias estaduais. Segundo Rocha, esta é a maior quantidade de resíduos já saídos do Estado nos últimos anos.


Fonte: Sema-MT