Notícias

Ação verde lança programa e mobiliza empresariado de Tangará

O primeiro seminário do programa "Conscientização Empresarial sobre Desenvolvimento Sustentável para as microrregiões mato-grossenses", lançado na noite de ontem, 19, em Tangará da Serra, reuniu dezenas de empresários e produtores da região. O programa é promovido pelo Instituto Ação Verde em parceria com a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia (SICME).





Com o objetivo de levar "educação ambiental" ao empresariado mato-grossense o evento contou com a apresentação do secretário adjunto de qualidade ambiental da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA), Salatiel Alves Araújo, que ministrou a palestra "Gestão Ambiental nas empresas de Mato Grosso".





Para o secretário, a questão ambiental tornou-se parâmetro de consumo para a sociedade. "Se as empresas não mostrarem o que estão desenvolvendo neste sentido a sociedade pode ou não comprar o seu produto" enfatizou. O secretário apontou ainda o importante papel desenvolvido pelo Instituto Ação Verde como parceiro do Estado em sua política de proteção e preservação ambiental.





Em sua apresentação Araújo contestou os dados divulgados recentemente pelo INPE, acrescentando que o número de áreas desmatadas no Estado tem caído anualmente. Apresentou ainda, alguns projetos implementados pelo governo estadual para barrar o desmatamento e degradação ambiental em Mato Grosso. Segundo ele, somente no governo Maggi, foram criadas 5 unidades de conservação (UC's) que abrangem mais de 450 mil hectares. A consolidação dos "Pactos Ambientais", parcerias entre o governo e entidades não governamentais, entre elas o Instituto Ação Verde, também foram apontados pelo secretário como políticas públicas eficazes para a preservação do meio ambiente.





Para o representante da SICME, Roberto Perón, é necessário que o segmento se conscientize e se capacite para produzir neste novo contexto. "A parceria entre entidade e Estado promove essa capacitação e por meio dela uma nova consciência empresarial pode ser desenvolvida", afirmou.





O lançamento do programa contou também com a presença do superintendente do Ação Verde, Paulo Borges, que apresentou as ações já implantadas pelo Instituto, além de dos objetivos e programação do "Conscientização Empresarial" que ainda passará por oito municípios mato-grossense. Até novembro serão visitadas as cidades de Alto Araguaia, Colíder, Juína, Campo Verde, Rondonópolis, Água Boa, Cáceres e Lucas do Rio Verde.





O objetivo do "Conscientização Empresarial" é apresentar as ações realizadas pelas entidades formadoras do Instituto, de acordo com a aptidão das microrregiões, a fim de demonstrar como é possível aliar crescimento econômico e sustentabilidade. O programa vai realizar ainda uma pesquisa sobre Gestão Ambiental nas empresas de Mato Grosso em cada região visitada. Os resultados obtidos vão ser reunidos em uma cartilha que será distribuída no Estado.





O evento, que ocorreu paralelamente ao II Integração Empresarial, evento promovido pela Federação das Indústrias em Mato Grosso (FIEMT), reuniu empresários e produtores da região , além de representantes do Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Sicredi e CDL.





De acordo com o superintende da FIEMT, José Carlos Dorte, esse é um momento histórico da produção econômica no Estado e seus protagonistas devem ser ouvidos. Dorte ressaltou ainda que "Mato Grosso cresce cerca de 10% ao ano e ainda mantém 53% de área preservada".




Galeria de Fotos