Notícias

Novo ministro do Meio Ambiente toma posse hoje

O presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva dá posse ao novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que assume o lugar da senadora Marina Silva, hoje, 27. A senadora foi titular da pasta durante mais de cinco anos, deixando o cargo no último dia 13 de maio.



Na semana passada, após cerca de uma hora de conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), Minc afirmou que recebeu o apoio de Lula para levar adiante a idéia de montar uma guarda nacional ambiental nos moldes da FNS (Força Nacional de Segurança) e manter a decisão de vetar licenças ambientais para os produtores da área da Amazônia que desobedecerem as regras de preservação.



Ele disse ainda ter escolhido Isabela Teixeira como sua secretária-executiva no ministério. Ela era sua assessora direta na Secretaria de Meio Ambiente do Rio.



Na ocasião, Minc afirmou também que o PAS (Programa Amazônia Sustentável), apontado como a gota d'água que teria motivado a demissão de Marina Silva do governo, vai ser mantido sob a gestão do ministro Mangabeira Unger (Assuntos Estratégicos).



"Ele [Unger] foi designado porque entre outras coisas é um pensador e um formulador, que é respeitado pela academia", disse. De acordo com ele, o ideal é montar uma equipe vinculada ao PAS para manter o diálogo com os governadores da região da Amazônia Legal (que reúne nove Estados).



Ao ser nomeado, Minc convidou o ex-governador Jorge Viana (AC) para assumir a função de secretário-executivo do PAS. Mas Viana recusou o convite.



O novo ministro se esquivou ainda de entrar em choque com o ministro Edison Lobão (Minas e Energia), que disse esperar que o futuro titular do Meio Ambiente fosse menos rigoroso que Marina Silva na concessão de licenças ambientais.



O futuro ministro disse não ter ouvido as declarações de Lobão, mas adiantou que será rigoroso embora ágil na concessão de licenças. "Fui duas vezes mais rigoroso do que o padrão nacional [no Rio de Janeiro]."



Com informações da Folha On-line